Pages

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Zika: nada indica que vacinas, inseticidas ou mosquitos transgênicos causem microcefalia, diz OMS


A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou nesta sexta-feira (19) um boletim desmentindo diversos boatos que circularam nos últimos meses atrelando diferentes fatores à microcefalia. Segundo a organização, não há provas de que vacinas, inseticidas ou mosquitos transgênicos causem a má-formação, que vem afetando bebês brasileiros. "Não há evidências ligando qualquer tipo de vacina ao aumento do número de casos observados primeiro na Polinésia Francesa durante o surto de 2013 e 2014 e, mais recentemente, no Nordeste do Brasil", afirma o documento. Segundo a OMS, tanto um extenso estudo realizado em 2014 como um levantamento do Global Advisory Committee on Vaccine Safety (GACVS) mostraram que não há evidências de que vacinas administradas durante a gravidez causariam qualquer problema congênito nos bebês. A organização também abordou os relatos, que circularam ultimamente, de que o inseticida piriproxifeno seria a verdadeira causa da microcefalia. "Uma equipe de cientistas da OMS recentemente revisou os dados toxicológicos do piriproxifeno, um dos 12 larvicidas que a OMS recomenda para reduzir a população de mosquitos. A equipe não encontrou evidências de que o larvicida afete o desenvolvimento de fetos." A OMS também afirmou que as agências de Proteção Ambiental dos EUA e da União Europeia chegaram a conclusões semelhantes sobre o produto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O artigo foi útil? Deixe um comentário, uma sugestão contribua. Obrigado!

Reportagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...