Pages

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Exercício

nda viva

porque nao passava das nove horas da manha. Parecia calma. Desde sabado encolhera-se num canto da cozinha. Nao olhava para ninguem, ninguem olhava para ela. Mesmo quando a escolheram, apalpando sua intimidade com indiferenca, nao souberam dizer se era gorda ou magra. Nunca se adivinharia que ela aspirava a liberdade. Foi pois uma surpresa quando viram a galinha abrir as asas de curto voo, inchar o peito e, em dois ou tres lances, alcancar a murada do terraco. Um instante ainda vacilou – o tempo da cozinheira dar um grito – e em breve estava no terraco do vizinho, de onde, em outro voo desajeitado, alcancou um telhado. La ficou em adorno deslocado, ___________ ora num, ora noutro pe. A familia foi chamada com urgencia e consternada viu o almoco junto de uma chamine. O dono da casa lembrando-se da dupla necessidade de fazer esporadicamente algum esporte e de almocar vestiu radiante um calcao de banho e resolveu seguir o itinerario da galinha: em pulos cautelosos alcancou o telhado onde esta ____________ e tremula escolhia com urgencia outro rumo. A perseguicao tornou-se mais intensa. De telhado a telhado foi percorrido mais de um quarteirao da rua. Pouco afeita a uma luta mais selvagem pela vida a galinha tinha que decidir por si mesma os caminhos a tomar sem nenhum auxilio de sua raca. O rapaz,  porem era um cacador adormecido. E por mais intima que fosse a presa o grito de conquista havia soado. Sozinha no mundo, sem pai nem mae, ela arfava, estava muda, concentrada. As vezes na fuga, pairava ofegante num beiral de telhado e enquanto o rapaz galgava outros com dificuldade tinha tempo de se refazer por um momento. E entao parecia tao livre Estupida, timida e livre. Nao vitoriosa como seria um galo em fuga. Que e que havia nas suas visceras que fazia dela um ser? A galinha e um ser. E verdade que nao se poderia contar com ela para nada. Nem ela propria contava consigo, como o galo cre na sua crista. Sua unica vantagem e que havia tantas galinhas que morrendo uma surgiria no mesmo instante outra tao igual como se fora a mesma.  6o Afinal, numa das vezes em que parou para gozar sua fuga, o rapaz alcancou-a. Entre gritos e penas, ela foi presa. Em seguida carregada em triunfo por uma asa atraves das telhas e pousada no chao da cozinha com certa violencia. Ainda tonta, sacudiu-se um pouco, em cacarejos roucos. Foi entao que aconteceu. De pura afobacao a galinha pos um ovo. Surpreendida, _____________. Talvez fosse prematuro. Mas logo depois nascida que fora para a maternidade parecia uma velha mae habituada. Sentou-se sobre o ovo e assim ficou respirando, abotoando e desabotoando os olhos. Seu coracao tao pequeno num prato solevava e abaixava as penas enchendo de tepidez aquilo que nunca passaria de um ovo. So a menina estava perto e assistiu ........ tudo estarrecida. Mal porem conseguiu desvencilhar-se do acontecimento despregou-se do chao e saiu aos gritos: Mamae mamae nao mate mais a galinha ela pos um ovo ela quer o nosso bem! Todos correram de novo ...... cozinha e rodearam mudos a jovem parturiente. Esquentando seu filho, esta nao era nem suave nem arisca, nem alegre, nem triste, nao era nada, era uma galinha. O que nao sugeria nenhum sentimento especial. O pai, a mae e a filha olhavam ja ....... algum tempo, sem propriamente um pensamento qualquer. Nunca ninguem acariciou uma cabeca de galinha. O pai afinal decidiu-se com certa brusquidao: Se voce mandar matar esta galinha nunca mais comerei galinha na minha vida! Eu tambem! Jurou a menina com ardor. A mae, cansada, deu de ombros. Inconsciente da vida que lhe fora entregue, a galinha passou ..... morar com a familia. A menina, de volta do colegio, ogava a pasta longe sem interromper a corrida para a cozinha. O pai de vez em quando ainda se lembrava: “E dizer que a obriguei a correr naquele estado!” A galinha tornara-se a rainha da casa. Todos, menos ela, o sabiam. Continuou entre a cozinha e o terraco dos fundos, usando suas duas capacidades: a de apatia e a do sobressalto. Mas quando todos estavam quietos na casa e pareciam te-la esquecido, enchia-se de uma pequena coragem, resquicios da grande fuga –e circulava pelo ladrilho, o corpo avancando atras da cabeca, pausado como num campo, embora a pequena cabeca a traisse: mexendo-se rapida e vibratil, com o velho susto de sua especie ja mencionado. Uma vez ou outra, sempre mais raramente, lembrava de novo a galinha que se recortara contra o ar a beira do telhado, prestes a anunciar. Nesses momentos aspirava o ar impuro da cozinha e, se fosse dado as femeas cantar, ela nao cantaria mas ficaria muito mais contente. Embora nem nesses instantes a expressao de sua vazia cabeca se alterasse. Na fuga, no descanso, quando deu a luz ou bicando milho –era uma cabeca de galinha, a mesma que fora desenhada no comeco dos seculos. Ate que um dia mataram-na, comeram-na e passaram-se anos.


01 - Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas de linha continua do texto:




a) hesitando –indecisa –exausta. d) ezitando –indessiza –exausta.

b) hezitando –indeciza –ezausta. e) hesitando –indessisa –esausta.

c) esitando –indecisa –esausta.


02 - Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas de linha pontilhada do texto:



a) a –ha –ha –a. d) a –a –a –a.

b) a –a –a –ha. e) ha –a –ha –a.

c) a –a –ha –a.

3


03 - Em relacao ao conto podemos afirmar que:

I - A frase inicial do conto tem dupla funcao: marcar o tempo da narrativa e caracterizar a personagem principal do texto.

II - A narrativa oscila entre a humanizacao e a animalizacao da galinha.

III - A narrativa apresenta dois conflitos, porem combinados: o da familia e o da galinha.

Qual(is) afirmativa(s) esta(ao) correta(s)?



a) Apenas I. d) Apenas I e III.

b) Apenas II. e) Todas estao corretas.

c) Apenas III.


04 - Analise as afirmativas referentes aos personagens do texto e em seguida assinale a correta:



a) A maior caracterizacao incide sobre a galinha, aparecendo em seguida a menina.

b) Sao protagonistas do conto a galinha e o rapaz.

c) A mae aparece como figura apagada e nao dinamica, pouco caracterizada.

d) A menina de acordo com sua propria condicao de dinamica, evolui ao longo da narrativa.

e) Todas alternativas estao corretas.


05 - Assinale a alternativa incorreta:



a) Inesperadamente a galinha de domingo foge e, de maneira instintiva, mas insegura procura escapar.

b) A galinha esta desempenhando instintivamente sua funcao que e a perpetuacao da especie de maneira inconsciente.

c) A galinha ao por um ovo se salva, porque pai e filha reconhecem no ovo uma futura vida, unico motivo pra deixa-la sobreviver.

d) A galinha tornara-se a rainha da casa, na verdade, o que ocorre e uma transformacao com beneficios uma vez que a galinha e

mantida viva.

e) A galinha ja no sabado parecia pressentir a sua maravilhosa missao dominical.


06 - As palavras retiradas do texto que recebem acento grafico pela mesma norma gramatical estao reunidas em:



a) tremula –violencia –atraves. d) auxilio –ninguem –intima.

b) itinerario –femeas –resquicios. e) colegio –traisse –vibratil.

c) chamine –especie –seculos.


07 - O tempo verbal predominante no 2o paragrafo do texto e:



a) preterito perfeito do indicativo. d) preterito imperfeito do subjuntivo.

b) futuro do preterito do indicativo. e) preterito imperfeito do indicativo.

c) presente do indicativo.


08 - As conjuncoes destacadas no 3o paragrafo do texto estao associadas a uma determinada funcao. Assinale a alternativa

em que a funcao da conjuncao destacada esta correta:



a) quando = proporcionalidade. d) que = consequencia.

b) ora .... ora = explicacao. e) porem = oposicao.

c) e = conclusao.


09 - Em “E dizer que a obriguei a correr naquele estado!” A galinha tornara-se a rainha da casa.” Assinale a alternativa

em que as ocorrencias do “a” no trecho retirado do texto estao justificados corretamente:



a) pronome –preposicao –artigo –artigo. d) artigo –pronome –pronome –preposicao.

b) preposicao –preposicao –artigo –pronome. e) pronome –artigo –preposicao –artigo.

c) artigo –artigo –preposicao –preposicao.


10 - “As vezes, na fuga pairava ofegante...” (4o paragrafo). Assinale a alternativa em que o verbo esta flexionado no mesmo

tempo e modo que o do grifado acima:



a) tremula escolhia com urgencia outro rumo. d) e a galinha tornara-se a rainha da casa.

b) nunca mais comerei galinha. e) embora sua cabeca a traisse.

c) a galinha passou a morar com a familia.


11 - Transpondo-se para a voz passiva a frase “Nunca ninguem acariciou uma cabeca de galinha”, a forma verbal correta

e:



a) e acariciada. d) foi acariciada.

b) tinha sido acariciada. e) era acariciada.

c) sera acariciada.


12 - Assinale a alternativa em que nao haja sinonimo adequado para as palavras retiradas do terceiro paragrafo do texto:



a) inchar = dilatar. d) afeita = acostumada.

b) itinerario = rastro. e) intima = proxima.

c) adorno = enfeite.

4


13 - Assinale a alternativa em que nao haja linguagem figurada:



a) ... o tempo da cozinheira dar um grito (3o paragrafo).

b) ... ela corria, arfava, muda, concentrada (4o paragrafo).

c) ... como o galo cre na sua crista (5o paragrafo).

d) ... assim ficou respirando, abotoando e desabotoando os olhos (7o paragrafo).

e) ... lembrava de novo a galinha que se recortara contra o ar (15 paragrafo).


14 - Assinale a alternativa em que a palavra derivada dos verbos retirados do texto esta incorreta:



a) decidir - decisao. d) traisse - traicao.

b) gozar - gozacao. e) anunciar - anunciassao.

c) respirando - respiracao.


15 - O termo “assim” (7o paragrafo) pode ser substituido no texto por:



a) Posto que. d) Ja.

b) Desse modo. e) Ate entao.

c) Contanto.


16 - Em todas as alternativas as palavras sao formadas por derivacao sufixal, exceto:



a) cozinheira e vitoriosa. d) telhado e cauteloso.

b) selvagem e cacador. e) dificuldade e terraco.

c) recortara e abotoando.


17 - O verbo “refazer” no 4o paragrafo pode ser substituido por outro de sentido igual, sem causar problemas de

significado no periodo original:



a) convalescer. d) compor.

b) descansar. e) avivar.

c) resguardar.


18 - A pontuacao do 8o paragrafo foi omitida, assinale a alternativa em que a pontuacao esta de acordo com a norma culta

da lingua portuguesa:



a) –Mamae, mamae, nao mate mais a galinha, ela pos um ovo! ela quer o nosso bem!

b) –Mamae, mamae nao mate mais a galinha; ela pos um ovo, ela quer o nosso bem!

c) –Mamae mamae, nao mate, mais a galinha ela pos um ovo: ela quer o nosso bem!

d) –Mamae, mamae nao mate mais a galinha: ela pos um ovo, ela quer o nosso bem!

e) –Mamae, mamae, nao mate mais a galinha ela pos um ovo! ela quer o nosso bem!


19 - Assinale a alternativa em que o plural nao se faz da mesma forma que coracao:



a) calcao. d) afobacao.

b) quarteirao. e) brusquidao.

c) chao.


20 - Em “Esquentando seu filho.” Substituindo o termo sublinhado por um pronome, de acordo com a norma culta tem-se:



a) Esquentando-lhe. d) Esquentando-o.

b) Esquentando-no. e) Esquentando-se.

c) Esquentando a ele.


21 - Assinale a alternativa em que a relacao de referencia entre o pronome e o segmento retirado do texto esta incorreta:



a) esta (3o paragrafo) –remete a galinha. d) todos (9o paragrafo) –remete ao pai, mae e filha.

b) outros (4o paragrafo) –remete ao beiral. e) la (14 paragrafo) –remete a galinha.

c) que (9o paragrafo) –remete a jovem parturiente.


22 - Em “Ainda viva porque nao passava de nove horas da manha”. (1o paragrafo), a conjuncao destacada poderia ser

substituida, sem alteracao do sentido da frase por:



a) embora. d) entretanto.

b) ja que. e) todavia.

c) porquanto.


23 - Analise as afirmativas referentes ao verbo “mate” destacado no 8o paragrafo e em seguida assinale a alternativa

incorreta:



a) Indica uma acao impossivel de se realizar. d) Esta conjugado no imperativo.

b) E um verbo regular. e) E um verbo da primeira conjugacao.

c) Apresenta duas formas no participio “matado” e “morto”.

5


24 - Assinale a alternativa em que a expressao destacada nao e locucao adjetiva:



a) galinha de domingo (1o paragrafo). d) correram de novo (9o paragrafo).

b) calcao de banho (3o paragrafo). e) cabeca de galinha (9o paragrafo).

c) grito de conquista (3o paragrafo).


25 - Assinale a alternativa em que o segmento retirado do texto apresenta adjetivo sem variacao de grau:



a) A perseguicao tornou-se mais intensa (3° paragrafo).

b) As vezes, na fuga, pairava ofegante num beiral de telhado (4o paragrafo).

c) E entao parecia tao livre (4o paragrafo).

d) Seu coracao tao pequeno num prato solevava (7o paragrafo).

e) Ficaria muito mais contente (15o paragrafo).


26 - Analise as oracoes destacadas quanto a classificacao e marque (V) se forem verdadeiras e (F) se falsas:

( ) “a galinha tinha que decidir por si mesma os caminhos a tomar.” (3o paragrafo). Oracao subordinada substantiva

objetiva indireta.

( ) e verdade que nao se poderia contar com ela para nada. (5° paragrafo). Oracao subordinada adjetiva explicativa.

( ) num prato solevava e abaixava as penas... (7o paragrafo). Oracao coordenada sindetica aditiva.

( ) ... pausado como num campo, embora a pequena cabeca a traisse. (14 paragrafo). Oracao subordinada adverbial

concessiva.

A sequencia correta de cima para baixo e:



a) F –V –F –V. d) V –V –F –F.

b) F –V –V –F. e) F –F –V –V.

c) V –F –V –F.


27 - Assinale a alternativa em que o periodo e simples:



a) nao souberam dizer se era gorda ou magra.

b) nascida que fora para a maternidade parecia uma velha mae.

c) a menina estava perto e assistiu a tudo.

d) despregou-se do chao e saiu aos gritos.

e) nunca ninguem acariciou uma cabeca de galinha.


28 - Assinale a alternativa que identifica corretamente os pronomes destacados nas frases retiradas do texto:



a) surgiria no mesmo instante outra tao igual –pronome demonstrativo.

b) nem ela propria contava consigo –pronome pessoal obliquo.

c) “aquilo que nunca passaria de um ovo” –pronome relativo.

d) ela quer o nosso bem –pronome indefinido.

e) da vida que lhe fora entregue –pronome pessoal do caso reto.


29 - Quanto a concordancia nominal, assinale a alternativa em que o termo destacado pode ficar no singular ou plural:



a) Bastantes galinhas foram retiradas do galinheiro. d) No galinheiro tem frango e pato novos.

b) Vendem-se galos e galinhas mansos. e) No quintal ha galinha e frangas poedeiras.

c) Custam caro os ovos de galinha caipira.


30 - Os verbos “respirando”, “abotoando” e “desabotoando” e “enchendo” (7o paragrafo) sao formas nominais do:



a) indicativo. d) infinitivo.

b) participio. e) gerundio.

c) subjuntivo.


31 - Assinale a alternativa em que o verbo “refazer” esta conjugado na 1a pessoa do presente do subjuntivo:



a) refizesse. d) refaca.

b) refizer. e) refaco.

c) refiz.


32 - Em “Ainda tonta, sacudiu-se um pouco...” (6o paragrafo). A virgula foi empregada para:



a) isolar aposto. d) isolar uma expressao de carater explicativo.

b) isolar o predicativo do sujeito. e) isolar o adjunto adverbial anteposto ao verbo.

c) marcar a omissao do verbo.


33 - Assinale a alternativa em que a divisao silabica das palavras retiradas do texto esta correta:



a) es-po-ra-di-ca-mente. d) par-tu-ri-en-te.

b) ne-ce-ssi-da-de. e) co-le-gi-o.

c) des-a-bo-to-an-do.

6


34 - Atente para as frases: “aspirava a liberdade” (2o paragrafo) e “aspirava o ar impuro da cozinha”, (15 paragrafo).

Assinale a alternativa que justifica corretamente o sentido do verbo “aspirava” nas frases acima:



a) apresenta a mesma regencia e o mesmo sentido nas duas frases.

b) embora apresente regencias diferentes, ele tem sentido equivalente nas duas frases.

c) apresenta regencia e sentido diferentes nas duas frases.

d) poderia vir regido de preposicao tambem na segunda frase sem alteracao de sentido.

e) nenhuma das alternativas anteriores.


35 - “Sugeria” se escreve com “g”. Tambem se escreve com “g”:



a) can___ica e pa___em. d) cere___eira e laran___eira.

b) cafa___este –here___e. e) an___elico e la___e.

c) be___e e ti___ela.


36 - Indique nos parenteses a classe gramatical das palavras grifadas, de acordo com o codigo:

( 1 ) verbo. ( 4 ) adverbio.

( 2 ) substantivo. ( 5 ) preposicao.

( 3 ) adjetivo.

Sua unica vantagem ( ) e que havia tantas galinhas que morrendo uma surgiria ( ) no ( ) mesmo instante outra tao ( )

igual ( ) como se fora a mesma.

Assinale a alternativa que contem a sequencia correta:



a) 2 –4 –1 –5 –3. d) 2 –1 –5 –4 –3.

b) 1 –3 –2 –4 –5. e) 3 –5 –4 –1 –2.

c) 4 –3 –2 –5 –1.


37 - Assinale a alternativa em que o plural no diminutivo dos substantivos retirados do texto esta de acordo com a norma

culta da Lingua Portuguesa:



a) rapaz –rapazinhos. d) ar –areszinhos.

b) cacador –cacadorezinhos. e) expressao –expressaozinhas.

c) beiral –beiralzinhos.


38 - Assinale a palavra cujo prefixo nao tem o mesmo significado do prefixo “indiferenca”:



a) desajeitado. d) deslocado.

b) interromper. e) inconsciente.

c) impuro.


39 - A liberdade do animal foi:



a) efemera, porem inesquecivel. d) inutil, pois nada o ameacava.

b) duradoura, mas sem proveito real. e) ficticia e dolorosa.

c) arduamente conquistada e jamais retirada.


40 - Para a autora, as duas unicas faculdades do animal eram:



a) medo/ignorancia. d) preocupacao/fome.

b) inteligencia/instinto. e) inquietacao/indiferenca.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O artigo foi útil? Deixe um comentário, uma sugestão contribua. Obrigado!

Reportagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...