Pages

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Pescador é condenado a 108 anos de prisão por matar mãe e filhas queimadas na Bahia

O pescador Jeová Jesus da Cruz, 28 anos, foi condenado a 108 anos de prisão pelos homicídios de mãe e filhas, mortas queimadas dentro de casa, no município de Alcobaça, em setembro de 2010. As vítimas foram Rogervana Miranda de Almeida, 32, Caroline Miranda da Silva, 14, Brenda Silva da Conceição, 10, e Maria Júlia Miranda de Almeida, 2. Ele também foi condenado pela tentativa de homicídio contra Estela dos Santos Miranda, que sofreu lesões graves.

As vítimas dormiam quando Jeová tocou fogo na casa, por volta das 23h, no bairro São Benedito. Apenas Estela conseguiu acordar e fugir, mas sofreu graves queimaduras. De acordo com o Ministério Público, o motivo do crime foi considerado fútil, já que Jeová seria traficante e suspeitava que estava perdendo clientes para Rogervana.

Outra vítima, Brenda, teria rompido o relacionamento afetivo com Jeová, o que teria sido mais um motivo para que ele cometesse o crime. Quando foi preso, dias após o crime, Jeová negou as acusações. Os homicídios causaram comoção na cidade e o condenado foi espancado dentro da carceragem da delegacia do município. 

O julgamento aconteceu na última segunda-feira (22). A denúncia contra o pescador foi apresentada pelo Ministério Público estadual por meio do promotor de Justiça Wallace Carvalho Mesquita de Barros, foi sustentada no Tribunal do Júri pelo promotor de Justiça João Batista Madeiro Neto. O réu ainda pode recorrer da sentença, que deve ser inicialmente cumprida em regime fechado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O artigo foi útil? Deixe um comentário, uma sugestão contribua. Obrigado!

Reportagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...